em 

TODO O SITE  

baila comigo

03.08.17

 #arte #moda #música



Moda é movimento, é o corpo levando uma inspiração pra passear, inspirando, colorindo o mundo e o que atravessa com a nossa alma vestida do avesso, pro lado de fora, se embolando com a gente. Como uma dança.



E que delícia foi mostrar em corpo, alma a nossa nova coleção em forma de dança, e levar os sentidos pra bailar com a gente, com o ritmo do que nos move, com a beleza que a gente vê por dentro e por fora, no que colore a nossa vida.
 

Mas esse flerte já é antigo, não é de hoje que a moda e a dança seguem se inspirando e rendendo lindezas, num casamento que teve seu marco nos anos 20, quando a moda esportiva colocava suas manguinhas de fora pelas mãos de Coco Chanel. A estilista então assinou seus primeiros figurinos pro Ballet Russo, que nessa época também contava com colaboradores do peso de Picasso, Matisse e Jean Cocteau, numa parceria memorável.



Entre os estilistas que também caíram no canto dos cisnes, Christian Dior percorreu o caminho contrário e desenhou peças inesquecíveis inspirado no que via nos palcos, não a toa uma de suas maiores criações da época é o vestido Cisne Negro, sem contar no seu New Look, que exala o perfume clássico dos grandes ballets.



De lá pra cá não foram poucos os estilistas que colaboraram com figurinos de Cias de Dança, entre eles Alexandre Herchcovitch, Valentino, Jean Paul Gaultier, Christian Lacroix e Karl Lagerfeld. Atualmente a Calvin Klein e Dries Van Noten se revezaram na criação de peças pra lá de minimalistas para o New York City Ballet, em parcerias que não poderiam ser mais legais:
 

Já Stella McCartney está entre as marcas que pegaram os bailarinos emprestados pra mostrar a moda em toda a sua potência, tendência que também está invadindo as passarelas onde modelos tem sido vistas mais soltinhas e as vezes ousando numa dancinha.
 

Mas nada que se compare ao dancing selvagem da modelo Margaret Qualley, dirigida por Spike Jonze no lançamento do perfume do Kenzo World. Dá ou não vontade de soltar todas as feras por aí?!
 

Pois solte, a moda mais do que tudo é expressão, e nada é mais lindo, leve e solto do que o movimento do corpo pra ser feliz e encantar. Vamos dançar?
TOPO