em 

TODO O SITE  

pequenas grandes mentiras

02.04.17

 #pequenas grandes mentiras



A gente sabe: anda difícil encontrar tempo pra todas as séries que a gente gostaria de assistir. Mas e se a gente disser que dá pra ver, num lugar só, atuações mais que inspiradoras das incríveis Nicole Kidman (rainha!), Reese Whiterspoon (eterna Elle Woods ) e Shailene Woodley (musinha!), com direito a um Alexander Skasgard totalmente despido em várias cenas? Vocês arranjariam um tempinho? Olha, a gente recomenda bem. Senta aqui prum chazinho:


“Big Little Lies”, a nova minissérie da HBO, tem tudo. Um casting arrasa quarteirão, um roteiro extremamente bem amarrado, baseado no best seller de mesmo nome da autora Liane Moriarty, e uma trilha sonora dessas de fazer playlist no Spotify e ficar escutando sem parar. A gente podia descrever por horas, mas saca só essa abertura:
 

A série, que tem apenas sete capítulos (o finale vai ao ar no dia 2 de abril!), segue um grupo de mães e suas famílias mais ou menos perfeitas em uma pequena e abastada comunidade na costa oeste americana. Um mundo recheado de privilégios e pequenos grandes segredos, como o nome sugere. Ficamos sabendo, já no primeiro episódio, do acontecimento de um brutal assassinato durante um evento beneficente, e daí pra frente a série opera em dois níveis narrativos: os dramas do presente e os flahsbacks da investigação desse crime, conforme o circo vai se armando pro desfecho bombástico do final. Vamos ao trailer?
 

As três personagens principais, Madeline (Reese), Celeste (Nicole) e Jane (Shailene) são muito incríveis, cheias de nuances e camadas, com destaque pra Madeline e pra interpretação lacradora da Reese. O elenco de apoio conta ainda com Zoe Kravitz, no papel da irritantemente perfeita atual do ex de Madeline, e Laura Dern, arrasando como uma daquelas mães empresárias e over-preocupadas dos dias de hoje. 

 
O mais legal é que, pra além de ser uma trama de mistério e assassinato, a série realmente toca em assuntos essenciais, como a questão de parar a vida profissional por conta da maternidade, o excesso de zelo e preocupação na criação dos pequenos, a conviência com o ex, relacionamentos violentos e abusivos, estupro... enfim, só temas que dão pano pra manga e fazem a gente pensar. 

E ainda temos as crianças, todas foférrimas e que também arrasam na atuação! Sério, gente, tipo surra de fofura mesmo!  Tentem resistir:


E aí, maratona no finde? Desce a pipoca! 

veja em novidades

outras cores >
outras cores >
outras cores >
outras cores >
outras cores >
TOPO

aperta o play

inativa