em 

TODO O SITE  

RIOetc - a loja!

11.12.17

 #rioetc



O RIOetc, nosso parceiro de longa data, trouxe novidade boa pros cariocas: eles tão de casa nova, oba! Após reunir muita gente bacana pelo portal, em eventos e publicações, o Thiago Petrik e toda a galera que faz e acontece por lá, espera todo mundo no Largo dos Leões, no bairro do Humaitá.



Pra receber os cariocas e visitantes de braços abertos, as marcas Apê, Aro, Catarina Mina, D.uas, Erikaz, Estúdio Ripa, Huge, Insecta, Knoty Knots, Nuni, Poch, Vagalume, Wasabi, e outras que vão chegando aos pouquinhos tão marcando presença no local.
O toque tropical do ambiente é do Ateliê Muda com vasinhos do Studio Travellero, que também assina o painel que ocupa o meio da loja. Tudo organizado por Cíntia Silveira e Pedro Botelho, a dupla da ArteDesenho.



E pra ficar por dentro de tudo desse novo cantinho que é a cara do Rio, a gente bateu um papo delícia com o Thiago Petrik, editor e gestor do RIOetc e nosso amigo do coração, ó.

- Como surgiu a ideia de transformar o rioetc em loja?
 
O RIOetc acaba de completar 10 anos de vida. Sempre trabalhamos com inovação, e pensamos que essa novidade seria uma. Nos últimos tempos venho percebendo que há cada vez mais jovens marcas com necessidade de expor e comunicar seus trabalhos. A loja é esse ponto de encontro, onde muitas vezes você vai encontrar os criadores dessas marcas. Mas é importante dizer que vamos continuar a ser o RIOetc de sempre!
 
- A escolha pelo bairro, rolou alguma preferência?
 
Em janeiro, quando o projeto começou a tomar forma, fizemos uma pesquisa com marcas novas. Perguntamos em que bairro gostariam de estar, e 55% responderam Botafogo. Não achamos o lugar ideal em Botafogo, mas o Humaitá acho que é "grande Botafogo", né?
 


- E a escolha pelas marcas parceiras?
 
Buscamos diversidade, criatividade, design e origem 100% brasileira. Não tem só marca carioca, isso é importante dizer. 
 
- O que você já tem aprendido nesse processo? É se colocar aberto ao público de outra forma, né?
 
O processo todo tem sido de muito aprendizado, muito rico mesmo. Saber as histórias de cada marca é muito interessante. Mas empreender é duro, e a gente tem que aprender na marra a driblar todos os obstáculos. Costumo dizer que não vai caber todo mundo em Portugal, precisamos melhorar o que temos aqui. E sobre o público, é isso mesmo! Até aqui fomos muito mais ativos, agora seremos também receptivos. A gente procurava as pessoas nas ruas (e vai continuar procurando), mas agora elas também podem nos procurar aqui na nossa toca.
 
- Aliás, conta pra gente: como surgiu a ideia do rioetc?
 
O RIOetc nasceu em 2007, num momento mais ou menos parecido com o de hoje, quando o Rio tava numa maré de baixa autoestima. A ideia era criar um veículo, por mais modesto que fosse, que só falasse bem do Rio, mostrando as pessoas que fazem coisas bonitas e bacanas, contando as histórias legais que têm. 
 
Mês passado a gente recebeu a visita do Thi no nosso escritório pra uma aula bem legal sobre a fotografia no Instagram nos dias de hoje. E no final, contou uma novidade bem bacana sobre a história dele com a fotografia que tem tudo a ver com o novo momento do RIOetc, olha.
 
- Quando vc veio aqui, contou sobre um projeto do seu avô, a fotografia sempre esteve presente na sua vida então... 
 
Meu avô era tcheco e veio para o Brasil em 1930, aos 24 anos. Ele morreu em 1988, vai fazer 30 anos. Sempre soube que ele foi um ótimo fotógrafo, pelas fotos que via na casa dele e da minha avó. Ele tinha seu próprio laboratório na cozinha, e lá ampliava as fotos dele. Mas acabo de voltar lá do Sul, onde ele vivia, e estou recuperando algumas imagens que eu não imaginava que existiam. Ele foi um ótimo documentarista da vida brasileira. Seu olhar estrangeiro o beneficiou. Em outubro, quando rolar o aniversário do falecimento dele, quero montar uma exposição com as melhores fotos do meu avô - a loja vai ter uma galeria também, que será inaugurada dia 13/12. 


 
Demais, né? Agora é chamar a galera e dar um pulo por lá pra conferir a expo e o tanto de coisa legal que tá rolando. Vamos!
 
TOPO