em 

TODO O SITE  

uma noite no museu

12.04.17

 #museu de astronomia



Quem nunca se pegou olhando por horas e horas o céu, contando as estrelas e admirando a lua? É mágico, né? No mês mundial da astronomia, a gente celebra a ciência que se dedica ao estudo de tudo o que acontece lá em cima - e que nos apaixona tanto aqui embaixo!

Depois de apresentar a história de Cecilia Payne-Gaposchkin, uma das maiores astrônomas de todos os tempos, a gente resolveu conhecer de perto esse estudo no lugar mais gabaritado do Rio pra isso: o Museu de Astronomia




Urânia, musa da astronomia, bem na entrada do museu

O Museu é vizinho nosso e afeto antigo. É lá que rolam muitos dos almoços da galera do escritório, em um pequeno e delicioso restaurante de comida caseira. Mas muito além disso, o Museu preserva um dos maiores acervos de astronomia do país, com diversos instrumentos científicos de importância nacional: a determinação e a transmissão da hora oficial do país, a previsão do tempo e até a demarcação das fronteiras brasileiras foram, por muito tempo, resultado do uso desses instrumentos! 


Quarto de círculo que faz parte do acervo do museu

E além do acervo principal, o Museu também conta com exposições permanentes e temporárias super interessantes, que contam um pouco sobre a história do universo, do nosso planeta e do nosso país!


Mas a cereja do bolo fica mesmo por conta da animada programação. Durante todo o ano, são diversas atividades nas quartas-feiras e nos sábados, como palestras, programas e visitas guiadas. Nós participamos do programa de observação do céu e garantimos: é imperdível! 

Ó só a foto da lua que a gente conseguiu registrar por lá, através de uma luneta centenária:


Lindo, né? É incrível poder olhar pro céu sob novos ângulos!  

Ah! E antes da observação, ainda rola um bate papo superbacana sobre o céu da semana e o céu do mês, e é impossível não sair de lá inspirado! Anota aí a dica: todas as quartas-feiras e sábados, das 17h30 às 20h - e é gratuito

Vale a pena também ficar de olho no site do Museu pra conferir a programação completa e baixar a carta celesteste do mês. Por aqui, a gente segue olhando pro céu e suspirando: afinal, tem tanta coisa linda por lá...
TOPO